AO SABOR DO VENTO

Poesia e prosa

Meu Diário
20/05/2009 22h30
Recordação
Estava em casa, a olhar pela janela o dia cinzento, e surgiu uma recordação de um dia, não sei em que tempo ou em que país. Uma praia comprida, o mar a ir e a voltar, a areia molhada e o céu que começava na água e não tinha um acabar. 

"Na água que ficou
da onda que se foi
brilha um pedaço de céu"


Publicado por Eugénia Tabosa em 20/05/2009 às 22h30
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras